» » Como as cobras caçam na água

Como as cobras caçam na água

 

As cobras d’água pertencem a uma família de cobras não-venenosas, comumente encontradas na América do Norte. No sudeste dos EUA, as cobras de água estão entre os répteis mais abundantes e mais frequentemente encontrados em liberdade na antureza.


Embora elas não sejam venenosas, costumam se defender e atacar quando se sentem ameaçadas.

As cobras d’água são conhecidas por serem agressivas.

As cobras d’água pode subir para a superfície, e são freqüentemente encontradas descansando em galhos sobre a água. Quando perturbadas, elas costumam reagir se jogando na água, e às vezes em barcos que passam.


Essa espécie comumente permanece na beira da água, à procura de pequenos peixes, de preferência peixes lentos, e outros animais que descansam na água rasa.

 


Cobras caçam na água?

 

De acordo com um estudo, existe uma mudança na preferência de presas quando as cobras atingem um comprimento de cerca de 1,5 metros. Elas passam então a preferir sapos e outros animais maiores. As cobras de água com menos de um metro e meio dificilmente vão atacar seres desse porte. Elas possuem a característica defensiva, comum na maioria das serpentes.

Um estudo realizado pelo especialista King em 1939, porém, mostrou que 35% de uma população de cobras d’água tinha girinos e salamandras em seus estômagos. Todas as cobras de água comeram as presas ainda vivas.

Para passar despercebidas, até que a presa esteja bem perto, as cobras costumam camuflar-se ou esconder-se.  Equanto as jibóias se enterram na areia, anacondas jazem submersas, com apenas seus olhos e nariz para fora da água.

A maioria das cobras aguarda escondida até o último momento para pegar a presa.

Uma das iscas que elas usam para atrair suas vítimas é contorcer suas caudas coloridas, para atrair sapos e lagartos, dentro de uma alcance impressionante. Esses animais confundem as caudas das cobras com vermes e outros seres dos quais costumam se alimentar.

 

Uma única cobra pode utilizar uma combinação enorme destas técnicas para caçar. Ele pode mudar o seu método de acordo com as estações do ano, para acompanhar as mudanças na quantidade e distribuição das presas, bem como para manter a sua própria temperatura corporal e nível de energia estabilizados.

Atualizado em: 29/09/2012 na categoria: Alimentação