Como Nascem as Cobras? Cobra Bota Ovo?

As cobras nascem de ovos ou diretamente da mãe. Para as cobras que nascem de ovos, dizemos que são ovíparas. Há cobras ovovivíparas, que carregam o ovo dentro de si até o nascimento e cobras vivíparas, que dão a luz a filhotes completos.

O nascimento das cobras pode demorar de três a oito meses para acontecer desde a copulação e você pode observar uma cobra nascendo diretamente do corpo da mãe ou saindo de um ovo.

Os filhotes de cobras já nascem prontos e não precisam de qualquer cuidado da mãe. Os que nascem de cobras peçonhentas já possuem veneno desde o nascimento.

nascimento das cobras

Cobras ovíparas

As cobras que colocam ovos são chamadas de ovíparas. Ao contrário de outros animais ovíparos, como as aves, as cobras que nascem de ovos não são chocadas, pois o próprio calor do ambiente choca o ovo.

É por isso que as espécies de cobras ovíparas vivem, geralmente, em lugares quentes. A mãe coloca os ovos em um lugar protegido e pode ou não ficar por algum tempo com eles.

Como toda regra tem sua exceção, algumas espécies de cobras ajudam a chocar os ovos, mas como a maioria é abandonada, algumas aves costumam se alimentar deles e por isso uma ninhada dificilmente irá nascer completa. Como a cobra não pode cavar, acaba por não esconder tão bem seus ovos que não são duros, mas moles e flexíveis.

Pode demorar até 90 dias para que os filhotes de cobras irrompam dos ovos.

Cobras ovovivíparas

As cobras ovovivíparas levam os ovos de seus filhotes dentro do corpo até o nascimento. Eles podem eclodir dentro do corpo da mãe e já nascerem prontos, assim como as poucas cobras que são vivíparas.

Cobras vivíparas

Em poucas espécies há cobras que são geradas diretamente no útero da mãe e já nascem totalmente formadas. Isso acontece nas espécies que habitam regiões mais frias, onde um ovo dificilmente seria chocado pelo calor do próprio ambiente.

A gestação de uma cobra pode durar até oito meses e o número de filhotes dependerá da espécie da cobra em questão.

Os filhotes já nascem com olhos, boca e dentes formados e prontos para o ataque, em alguns casos já produzindo veneno, no caso dos espécimes peçonhentos.

Você não consegue perceber que uma cobra está “grávida”, apenas no período final da gestação, quando a cobra aumenta um pouco de peso, mas nem tanto assim porque os filhotes são magrinhos e muito finos, pequenas miniaturas de cobra de fato.

No nascimento não há esforço ou dor da mãe, apenas a saída do animal por seu sistema reprodutor.