Cobra Amarela

A jiboia amarela costuma ser a cobra amarela mais encontrada na natureza. Há também a píton albina, que é amarela e branca, e a jararacuçu, que é amarela e preta. A cobra de barriga amarela, ou taipan-do-interior, é encontrada apenas na Austrália e considerada a cobra mais venenosa do mundo.

Cobra Branca e Amarela

As cobras de cor branca e amarela não são facilmente vistas na natureza. Um exemplo disso é a jiboia, um exemplar desse tipo de cobra que costuma ser vista muito mais com a cor esverdeada. A píton albina é um exemplar ainda mais raro que só possui essa cor por causa de um defeito genético.

Jiboia

A jiboia pode ter a cor amarronzada, esverdeada ou amarelada e atinge de 2 a 4 metros de comprimento. A jiboia não é venenosa, é um tipo de cobra constritora, ou seja, que utiliza os seus músculos para capturar a sua presa.

A jiboia amarela não é uma cobra agressiva e evita o contato humano, mas quando se sente ameaçada pode emitir um ruído característico conhecido por “o bafo da jiboia” ao expelir o ar de seus pulmões com força e também pode chegar a morder, embora nenhum desses mecanismos possam causar qualquer efeito tóxico no homem.

A jiboia é uma cobra solitária e de hábitos noturnos, mas também pode ser encontrada em movimento durante o dia. Costuma viver em árvores ou no solo, embora algumas possuam hábitos aquáticos. Ela se alimenta de animais variados, como pequenos mamíferos, anfíbios, aves e lagartos.

As jiboias são serpentes vivíparas, ou seja, geram seus filhotes no interior de seu corpo e a ninhada pode ter até 64 filhotes. No Brasil são encontradas duas subespécies dentre as 11 existentes: Boa constrictor constrictor e a Boa constrictor amaralis, cujos habitats são a Floresta Amazônica, Mata Atlântica, Cerrado e Caatinga.

Píton



A cobra píton albina possui o corpo branco com manchas amarelas graças ao defeito genético onde o corpo não produz melanina, o pigmento que dá cor à pele.

Assim como a jiboia, a píton albina não possui veneno, é uma cobra constritora que aperta sua presa até sufocá-la para depois a engolir inteira. Além disso ela também possui dentes afiados e curvados para deter a sua vítima. Nem mesmo 10 homens são capazes de salvar alguém do aperto da píton, tão forte quando o peso de um ônibus.

A píton albina é carnívora e alimenta-se de aves e pequenos mamíferos, como ratos e coelhos. Há relatos de mortes de criadores de píton por estrangulamento pela própria cobra e também de que uma cobra pertencente ao mesmo gênero já engoliu um homem inteiro.

Apesar de ser rara, a píton albina não passa despercebida na natureza por causa de sua cor exuberante e por isso é alvo fácil de predadores. Além do mais, é uma cobra robusta: chega a até 8 metros e pode pesar até 80 kg. O habitat natura da píton albina são zonas úmidas, como florestas úmidas e zonas rochosas perto de água. Essa cobra pode ficar sem respirar debaixo da água por até 20 minutos.

A píton albina é ovípara e põe até 40 ovos por vez que são chocados durante 60 dias.

Cobra Amarela e Preta

  • Jararacuçu

Quando adultas, as fêmeas da jararacuçu (Bothrops jararacussu Lacerda) possuem cor amarelada ao fundo com manchas pretas. Também são conhecidas por surucucu dourada e urutu-dourado. Elas podem chegar a até 2 m de comprimento e são encontradas, no Brasil, desde o sul da Bahia até o noroeste do Rio Grande do Sul.

A jararacuçu é uma víbora (família Viperidae) altamente venenosa cujo bote pode alcançar uma presa a uma distância de 1,5 m de comprimento. Essa cobra consegue passar despercebida facilmente na natureza já que sua camuflagem é praticamente perfeita.

As jararacuçus são vivíparas e dão à luz entre 16 a 20 filhotes. Elas costumam caçar à noite e durante o dia ficam tomando sol para se aquecer. As jararacuçus adultas alimentam-se de pequenos roedores e aves, enquanto as cobras jovens comem pequenos anfíbios e insetos.

Cobra de Barriga Amarela



A cobra de barriga amarela, também chamada de taipan-do-interior (Oxyuranus microlepidotusT), faz parte do gênero Oxyuranus, cujas serpentes são chamadas popularmente de “Taipan”, e é considerada a cobra mais venenosa do mundo.

A taipan-do-interior faz parte da família Elapidae e é uma serpente rápida encontrada apenas na Austrália. As outras duas espécies representativas são taipan-costeira e taipan-das-cordilheiras-centrais.

O veneno da taipan-do-interior é neurotóxico, paralisa o sistema nervoso da vítima e bloqueia a circulação sanguínea, sendo altamente mortal.


Veja também:

Tipos de Cobra Amarela – Preta e Amarela, Amarela e Branca, Verde e Amarela

Cobra Jiboia

Cobra Píton

Jararacuçu