Cobras Jiboias

 

A Boa Constrictor, mais popularmente chamada de Jiboia, é uma serpente que vive em sua maioria na América Central e do Sul. São serpentes de médio a grande porte, que quando adulta pode chegar a medir 4 metros de comprimento, o que raramente acontece. Seu corpo é cilíndrico, e pelo fato de ser uma serpente constritora (que sufoca sua vítima pra matá-la), é ligeiramente comprido nas laterais, resaltando sua forte musculatura.

Só na América do Sul e Central encontram-se cerca de onze subespécies de Jiboia, e no Brasil, consideram-se duas subespécies, A Boa Constrictor Constrictor Forcart, que é de grande porte, coloração amarelada e pouco agressiva, vive essencialmente na região amazônica e no nordeste do país, e a Boa Constrictor Amarali Stull, que é de menor porte, acinzentada, mais agressiva, e vive no centro-oeste e sul do Brasil.

É Venenosa

A Jiboia não é um animal peçonhento, e ao contrário do que se imagina, não é agressiva também. Sendo um animal carnívoro, alimentam-se basicamente de aves, lagartos e pequenos mamíferos (principalmente ratos) que mata por constrição, envolvendo sua presa no corpo e sufocando-a. A digestão é lenta, geralmente cerca de sete dias, mas podendo levar semanas, dependendo do tamanho do animal, durante as quais fica parada, num estado de topor.



Animal de hábitos noturnos, que se pode deduzir por possuir olhos com pupila vertical, a Jiboia pode gerar 50 filhotes um uma gestação só, que nascem entre novembro e fevereiro, já totalmente formados, sendo, portanto uma espécie vivípara.

As serpentes são animais que sofrem de uma série de doenças causadas por vírus, bactérias, parasitas, fungos, entre outros. A Jiboia especialmente sofre com viroses. Diversos tipos de vírus foram encontrados nessa espécie como adenovírus e herpesvírus causadores de lesão hepática, mas o principal vírus causador de morte entre essas serpentes é o paramixovírus, que leva o animal a quadros de pneumonia grave, e geralmente à morte. Seus sintomas são febre, dificuldade respiratória e hemorragia na boca.

Animal de fácil manuseio, a Jiboia credenciada pelo Ibama, pode ser criada em cativeiro, podendo custar de R$ 1050,00 à R$ 6000,00. Para facilitar a criação, pode-se tentar reproduzir seu habitat natural com terrário que tenha 2/3 do tamanho máximo do animal e 1/3 do tamanho máximo em largura e altura. Com umidade entre 80% e 90%, uma fonte de água com tamanho suficiente para que ela fique imersa, se desejar, entre outras coisas.