» » Curiosidades sobre a cascavel

Curiosidades sobre a cascavel

Cascavéis são cobras da família das jararacas, somando um total de 33 espécies, todas encontradas em todo o Norte e Sul do continente americano. São vistas, segundo os biólogos, em maior concentração no sudoeste dos Estados Unidos e no norte do México. O Estado do Arizona, nos Estados Unidos, é o habitat natural de 13 espécies de cascavel, mais do que qualquer outro local da América.

Curiosidades sobre a cascavel


O som que a cascavel faz

Moradores próximos de matas fechadas Estados Unidos já devem ter ouvido o zumbido característico destas cobras. Seu chocalho é um sinal de alerta altamente eficaz, sinalizando para os predadores que eles devem ficar longe. Este som vem de uma série de anéis entrelaçados de queratina que fazem um zumbido sibilante quando vibram. Outro anel é adicionado ao chocalho cada vez que a serpente tira sua pele. Os cientistas consideram chocalho da cascavel um sistema de alerta altamente evoluído e sofisticado.

Mas tais cobras também soltam outro som, um silvo, um segundo elemento muitas vezes esquecido e ofuscado por seu chocalho. O silvo pode ser produzido por exalar ou inalar, ou ambos. Um pulmão funcional da serpente tem relativamente grande capacidade de ar, e como a cobra sibila, o seu corpo pode inchar ou desinflar.

Cobras são surdas

Curiosamente, as cobras são surdas, por isso o som produzido por elas é apenas um aviso para os animais e não um meio de comunicação com outras cobras.

Cascavéis não são cobras muito grandes

Animais desta espécie podem crescer de 30 centímetros a 2 metros. Sua pele é uma das mais belas, por isso tem diversos fãs de sua beleza ao redor do mundo. A maioria das espécies são padronizadas com desenhos de diamantes negros, losangos ou hexágonos.


Cascavéis hibernam durante o inverno

As cascavéis passam muito tempo escondidas em tocas que elas mesmas cavam em fendas rochosas. Em climas mais frios elas hibernar durante o inverno. Ao deixar seus esconderijos, elas gostam de se expôr ao sol nas pedras e outros locais abertos, mesmo sendo animais noturnos.


Atualizado em: 24/03/2018 na categoria: Espécies