» » Salamanta, a cobra arco-íris

Salamanta, a cobra arco-íris

Se você possui medo de cobras, talvez esteja precisando dar uma olhadinha na salamanta, a cobra arco íris. Apesar de raramente encontrada, é uma das cobras mais bonitas encontradas na natureza. Não se deve confundir com salamandra, um outro animal.

Salamanta

Salamanta, uma das cobras mais bonitas do mundo

Espécime da cobra salamanta

A espécime de cobra salamanta faz parte do grupo Epicrates cenchria. Seu diferencial chama a atenção de diversos pesquisadores e amantes deste réptil: ela reflete as corres do arco íris ao longo do seu corpo. Pode ser encontrada nas Américas Central e do Sul, inclusive no Brasil.


A cobra salamanta pode chegar a dois metros, mas espécimes de 23 centímetros de comprimento também são encontradas com a mesma capacidade de colorir com os raios do sol. Não são cobras fáceis de se ver, pois precisam se proteger por seu tamanho curto. Logo, vivem quase toda a sua vida escondidos sob rochas ou troncos ou em tocas de animais da floresta outros.

As  salamanta  irão ficar a maior parte da sua vida em terras seguras, fugindo de predadores, como densas florestas de terra firme e regiões montanhosas. Mas são mais comuns em terrenos úmidos, florestas de baixa altitude e perto de planícies de inundação.

Cobra salamanta é noturna

Mesmo sendo uma linda cobra para se ver de dia, a cobra salamanta costuma sair de seus esconderijos subterrâneos apenas à noite para se alimentar e durante o acasalamento na primavera. Viajam longas distâncias por terra após uma chuva forte para acasalar e colocar seus ovos em poças e lagoas vernais.

Visualmente impressionante, estas cobras secretam uma toxina nociva e leitosa das suas glândulas em suas costas e caudas para dissuadir os predadores. Sua dieta inclui insetos, minhocas, lesmas, aranhas e centopeias. Pode se alimentar de ratos e aves também, depende da disposição dos animais em sua área de caça. 


Atualizado em: 22/11/2017 na categoria: Espécies