Qual a Cobra mais Venenosa do Brasil?

A cobra mais venenosa do Brasil é a cobra coral, também chamada de coral-venenosa, coral-verdadeira, ibioca ou ibiboboca. As outras cobras mais venenosas do Brasil são a cascavel, surucucu-pico-de-jaca, jararaca, caiçaca e a cotiara.

Cobra coral verdadeira

A cobra coral costuma viver embaixo de folhas e troncos em decomposição e sua aparência comum é composta pela cor vermelha com anéis pretos, amarelos e/ou brancos. Ela é única cobra venenosa do Brasil que não possui fossetas loreais, pequenos órgãos em forma de cavidades localizados entre os olhos e a boca das cobras venenosas.

Sua dentição é do tipo proteróglifa, caracterizada por presas não-retráteis que ficam localizadas na parte da frente do maxilar superior, por isso é muito eficiente na injeção do seu veneno quando morde a vítima e essa é sua outra particularidade: ela não dá o bote e nem pica a vítima, mas precisa chegar bem perto ou ser manuseada para morder.

Sua picada é muito prejudicial ao sistema nervoso, causando alguns sintomas como visão dupla, dificuldade de respiração e caimento das pálpebras nas vítimas, podendo levar à morte.

Apesar da cobra-coral ser a serpente mais venenosa do Brasil, ela não é a responsável pela maioria dos ataques ocorridos. De acordo com dados do Instituto Butan, 87% dos ataques são de jararacas, 9% cascavéis, 3% sururucus e somente 1% de corais.

Cobras venenosas do Brasil

Além da cobra coral, as cobras mais venenosas do Brasil são:

Cascavel

  • A cascavel é uma serpente peçonhenta do gênero Crotalus;
  • Possui um chocalho feito da própria pele ressecada, que é acumulada no final da cauda. Esse chocalho é usado para avisar a sua presença e espantar animais de grande porte;
  • A cascavel se alimenta de roedores, aves, coelhos, lagartos e, ocasionalmente, de outras serpentes;
  • Ela é encontrada no cerrado, nas regiões áridas e semiáridas do Nordeste e nos campos e áreas abertas do Sul, Sudeste e Norte.
  • Em sua fase adulta mede entre 1,5 e 2 metros;
  • Seu veneno destrói células do sangue, causa lesões musculares e afeta e sistema nervoso e renal.

Surucucu pico-de-jaca

  • A surucucu pico-de-jaca pertence ao gênero Lachesis e é a maior cobra venenosa do Brasil;
  • É uma serpente com hábitos noturnos;
  • Pode possuir até 4,5 metros de comprimento é muito ágil no bote;
  • É mais encontrada em florestas densas, principalmente da região amazônica, por isso não tem muito contato com seres humanos;
  • Quando uma pessoa é picada pela surucucu-pico-de-jaca, ela possui poucas chances de sobreviver, já que o veneno dessa cobra tem um alto potencial para destruir células.

Jararaca

  • A jararaca pertence à família Viperidae, existindo várias espécies dela no Brasil;
  • Pode chegar até 2 metros de comprimento;
  • Seu veneno é muito potente e pode comprometer o órgão que foi atingido, além de causar tontura, vômitos, muita dor no local e falência dos rins;
  • As jararacas fêmeas produzem cerca de 18 filhotes por vez e o nascimento acontece em épocas chuvosas.

Caiçaca

  • A caiçaca é da espécie Bothrops moojeni que pertence ao grupo das jararacas;
  • Seu bote pode atingir a altura de 1,5 metros;
  • Seu veneno destrói as fibras musculares e tecidos da vítima;
  • Ela se alimenta de pequenos lagartos, anfíbios e roedores;
  • É uma serpente característica do cerrado.

Cobra Cotiara

  • A cobra cotiara gosta de viver em locais de mata densa e fechada;
  • São chamadas também de jararaca de barriga preta e quatiara;
  • Possui em média 80 centímetros de comprimento na fase adulta;
  • O extrato da cobra cotiara é usado em um medicamento que combate as células cancerígenas do pulmão de forma eficiente, mas o medicamento ainda está em fase de testes no Brasil.

Leia também:

Tipos de Cobras Venenosas Brasileiras

As 10 Cobras mais Venenosas do Mundo

Cobras Brasileiras – Tipos, Nomes e Fotos